Home » » Já não há razão pra que nada seja assim

Já não há razão pra que nada seja assim

(...)Não é a dor que é cruel
É o amor que rasga a pele
Grita, sente, o meu corpo junto ao teu até morrer
Prende, quente, o meu rosto de guerreira e de mulher
Grita, sente, o meu corpo junto ao teu amanhecer
Prende, quente, o meu corpo junto ao teu até morrer(...)

Musica: Diana Basto

By .:Freya :.

0 comments:

Post a Comment

 
Support : Copyright © 2015. movie directors - All Rights Reserved